Dominique Venner – Por Uma Crítica Positiva

No seguinte artigo podemos traçar diversos paralelos na crítica de Venner ao nacionalismo francês e o estado lamentável do nacionalismo no Brasil, como os diversos movimentos compostos por pessoas incapazes de criar uma articulação forte o suficiente para combater o regime liberal ocidental. Entre as críticas, Venner aponta o oportunismo dos “nacionais”, o sectarismo, a mitomania, o apego a um discurso antiquado que não é compatível com a realidade atual, a confiança cega em nomes políticos famosos e a falta de uma doutrina nacionalista capaz de preparar uma futura revolução nacionalista. Podemos também aproveitar muito da crítica de Venner para entendermos como podemos nos organizar de forma mais eficaz no futuro, se quisermos uma alternativa viável ao marxismo e ao liberalismo ocidental.… Leia mais Dominique Venner – Por Uma Crítica Positiva

Anúncios

Como a Massa destrói todas as coisas boas

A Massa é o que acontece quando indivíduos, decidindo agir em seus próprios interesses, se juntam para tornar um tabu qualquer regra que não seja a de que “o indivíduo faz o que ele quiser”. Isso ocorre em estágios graduais e pode acontecer em qualquer nível de política, família, sociedade, cultura ou qualquer outra forma de tomada de decisões.… Leia mais Como a Massa destrói todas as coisas boas

O Sentido Profundo da Identidade

Não devemos buscar a identidade de homens e povos na repetição mecânica do idêntico. Esta radica na repetição ritual de modos, maneiras e costumes como o fazem os centros tradicionalistas quando desfilam ou se vestem de camponeses (charros no México, gauchos na Argentina, tiroleses na Itália ou bretões na França). Isso não é ruim, mas se está limitado à ordem da repetição. A questão é que a repetição tem muito de arremedo, de cópia mal feita.… Leia mais O Sentido Profundo da Identidade